10 de nov de 2011

DEUS AGE AONDE MENOS ESPERAMOS

...quando a esmola é demais, o santo desconfia

Bom dia caros leitores! Hoje eu quero falar de uma das minhas passagens favoritas da Bíblia, que está no 2º livro dos Reis capítulo 5, versículos 1-19. Mas aqui vamos nos ater somente ao versículo 13.

Então chegaram-se a ele os seus servos, e lhe falaram, e disseram: Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado.
2 Reis 5:13

Vou explicar a história de Naamã.
Naamã era um general bem sucedido da Síria, como é dito nos primeiros versos do capítulo; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso. (Verso 1)
Vemos que o valor desse general era grande, e ele era reconhecido por todos e pelo seu rei. Sua reputação no seu país era a melhor. Porém ele tinha um problema grave em seu corpo que pouco a pouco ia tirando a sua honra; ele era leproso.
Naqueles tempos a lepra era considerada uma maldição e a pessoa que a possuía tinha que ficar afastada dos demais por questões até higiênicas.
Imaginamos agora um homem muito honrado, vencedor de grandes batalhas, pai de família sendo humilhado pela lepra. Imaginamos que Naamã fosse até depressivo por não poder abraçar sua esposa, se relacionar com ela, não poder abraçar seus filhos, brincar com eles. De que adiantava tanta honra e glória se ele não podia fazer as coisas mais básicas da vida? Imagina como seria a sua vida!
Por sorte, ou até mesmo como eu gosto de pensar, pelos planos de Deus, numa de suas batalhas contra o povo de Israel, Naamã capturou uma menina e a levou com serva para a sua casa. O foco desse texto, ao contrário do que muitos pensam, não está na cura de Naamã, mas sim na atitude da menina como veremos a seguir, porém quero enfatizar em outro aspecto, particularmente no versículo 13 que está citado acima.
Essa menina foi tirada de sua casa ainda nova para ser escrava e tinha todos os motivos do mundo para ser revoltada. Mas ela servia de coração! Ela tinha Deus em seu coração!
Imagino que algumas pessoas no lugar dela não teriam a mesma atitude porque é algo difícil de se fazer. Perdoar não é fácil, é uma qualidade para os fortes.
Quando Naamã ficou leproso ela poderia ter pensado: “Tomara que esse infeliz morra logo!”. Mas ao contrário disso, ela resolveu perdoar e ajudar, e essas foram as palavras dela para a esposa do general: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra (Verso 3). A menina se esqueceu de todos os seus direitos e dores e indicou o caminho para que Naamã recebesse a cura.
Naquela situação o general estava topando praticamente qualquer coisa para ser restaurado, tanto que ele pediu permissão ao seu rei para que ele pudesse visitar o tal profeta, que era Eliseu. Permissão concedida, a viagem foi feita.
Porém para a sua surpresa, quando Naamã chega à casa do profeta, Eliseu nem ao menos o recebe, simplesmente manda a mensagem: “Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado”. (Verso 10)
O que seria aquilo? Certamente Eliseu não sabia com quem estava falando, o Grande Naamã, conquistador de grandes batalhas. O Grande General da Síria não poderia passar por um vexame daqueles, Eliseu deveria no mínimo ter descido e feito uma oração por ele, colocado as mãos sobre a lepra e num passe de mágica Naamã estaria curado! Que descaso, isso não se faz nem com um animal!
E tem outra coisa, não existiria um riozinho melhor pra Naamã pular não? Tinha que ser o Jordão? Porque na Síria existiam rios muito melhores do que o de Israel. Não, Naamã não iria pular nem uma e muito menos sete vezes no rio Jordão.
Esse foi o pensamento de Naamã, ele ficou indignado com a atitude do profeta e estava indo embora para o seu país sem nem ao menos pagar para ver se ia dar certo mesmo pular no rio. E por pouco ele vai embora sem receber a benção de Deus.
Até que no caminho um de seus servos lhe diz: “Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado.” Então o general deu ouvidos ao seu servo e pulou no rio sete vezes. Terminando de se lavar, a Bíblia diz que sua pele ficou como a de uma criança, novinha em folha!
Somos acostumados a pensar que quando a esmola é demais, o santo desconfia. Fato! Pensamos desta forma por várias vezes em nossa vida. Mas isso não se aplica à graça de Deus. Pra começar, a salvação já é de graça. Não precisamos fazer nada, nenhum sacrifício, boa obra, ser bonzinho, ajudar velhinho e ceguinho a atravessar a rua, combater o crime, nada. A salvação não vem por obras como está escrito em Efésios 2. 8-9. A única coisa que temos de fazer é crer, e a fé também vem de Deus.
Se a salvação é de graça, ou pela graça de Deus, quanto mais as bênçãos que recebemos diariamente! Porém somos acostumados a fazer tantos sacrifícios e pagar tantos preços que quando nos é pedido algo simples, como no caso de Naamã, não acreditamos.
Simplesmente temos que parar de pensar nas coisas grandes e começar a prestar a atenção nas coisas pequenas, porque é aí onde Deus trabalha.Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei”, foram essas as palavras de Jesus em Mateus 25.23. Não há como vermos o muito de Deus se não conseguirmos dar valor ao pouco, pois de outra forma nos tornaríamos arrogantes. Outro dia ouvi uma frase no trailer do filme Capitão América, foi algo assim: “Os fracos sabem dar mais valor na força do que os que já nasceram fortes”. E é fato! Temos que ter a humildade de ouvir o que a Palavra de Deus nos diz gostando nós ou não!
Naamã por pouco não recebe uma benção que iria mudar a sua vida, não fosse o seu servo falar que ele deveria ao menos tentar, ele teria ido embora pra casa e continuado sua vidinha mediocre.
Deus é sempre bom! Mesmo que muitas vezes a gente rejeite a Sua Palavra e fique emburrado porque as coisas não são do jeito que queremos, Ele ainda dá um jeito de avisar que o caminho que estamos tomando não está correto. Vamos então ter a humildade de ouvir àquele que só quer o nosso bem. Nada que Deus pede de nós é difícil demais que não dá pra ser feito.
O toque, a benção que Deus tem para nossa vida pode estar numa coisa simples como o perdão; perdoar ou ser perdoado; pode estar no amor ao inimigo, pode estar no simples ato de abraçar alguém necessitado e de caminhar com esse alguém. Isso pode transformar nossa vida de uma forma que nem imaginamos. E pensar que muitas vezes a gente faz tanto sacrifício para obter a benção de Deus, oramos, fazemos jejuns e propósitos sem sentido. Mas nos esquecemos que o básico de tudo é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.
A resposta pode estar ao nosso lado, basta termos a humildade para perceber. Deus trabalha nas coisas pequenas e através dela quer nos fazer grandes!

A partir desta segunda feira estarei compartilhando com vocês mensagens de amigos meus que estudaram junto comigo no seminário, ou da igreja que frequento, e de professores que deram aula pra mim. Espero que vocês gostem! Todas as quintas continuarei postando mensagens minhas. Um abraço e fiquem com Deus...

2 comentários:

  1. Caro amigo parabéns por postar um bom tema abraços e aguardamos novas noticias de você

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado meus irmãos! Atualmente estou na minha cidade, Porto Ferreira, trabalhando com a minha igreja. E vocês? Estão no Brasil ou na Bolívia? Pretendo dar um pulinho no Vale mes que vem... um abraço!!!

    ResponderExcluir